Facebook vai punir Fanpages!

Início » Blog » Facebook vai punir Fanpages!

O algoritmo do Facebook passou por uma importante atualização, a mudança adota a mesma linha dura antispam do google e irá punir quem tenta manipular a otimização do post, chamados de  “Click Bait” ou “Caçador de cliques”, em português.

Ainda em 2013, o CEO do Facebook iniciou um projeto chamado “post de super qualidade“.  Assim, o próprio algoritmo do Facebook pune conteúdos fracos, proibidos e o spam. Porém, esta última atualização teve a mudança mais significativa de todas:  O sensacionalismo de sites e empresas.

Abaixo você encontra o que não fazer para não correr o risco de ser penalizado pelo algorítmo do Facebook.

10635774_812128475499161_292657117738614764_n

Este exemplo acima é um típico post Caçador de Cliques e é baseado em fatos reais. Ele chama atenção e, ao clicar para ler a matéria, você descobre que o jogador ficará apenas quatro jogos de fora por causa da seleção e de uma suspensão. Outro clássico exemplo é o título “Você não vai acreditar no que esse cara fez”.

Estes posts geram curiosidade e mexem com nosso lado neurológico, pois afeta a sensibilidade do nosso cérebro. Sendo assim, nos sentimos obrigados a clicar para descobrir o desenrolar da história. Como tem muitos cliques, o post é otimizado rapidamente, aparecendo para milhares de pessoas. Isto não significa que ele apresenta qualidade ou que as pessoas realmente ficaram satisfeitas ao entrar no site.

Google e Facebook tornaram-se verdadeiros impérios da internet justamente por privilegiar as pessoas. Não por praticarem filantropia, mas por saberem que pessoas satisfeitas permanecem mais tempo no site e geram maior renda neste período.

O ponto principal da mudança é que um levantamento feito internamente pelo Facebook provou que 80% de títulos impactantes levam as pessoas para matérias com conteúdo vago e sem valor.

Como não ser punido pelo algoritmo

O primeiro ponto é escrever textos qualificados. Sendo assim, nenhuma alteração jamais afetará você. E a maneira que o algoritmo do Facebook vai detectar os caçadores de cliques é simples e didática. Primeiro, vai analisar o tempo que você passou lendo o artigo. Depois, vão medir o número de interações (curtir, comentar e compartilhar) do post após o clique.

Caso você continue adotando títulos sensacionalistas levando as pessoas para páginas sem conteúdo algum, seu post e sua fanpage serão duramente penalizados com alcance bastante reduzido.

Aumente o alcance das suas matérias

facebook-links

A alteração do Facebook vai também aumentar o alcance orgânico de fanpages que postem apenas o link ao invés de imagem + link junto com o texto (foto acima). Como esta é a maneira que as pessoas compartilham notícias de maneira espontânea, a rede social vai dar uma pontuação extra para as fanpages que utilizam este formato.

Além disso, postar link aumenta a conversão pois a área de clique aumenta e facilita o touch do celular, sem contar que o título e a linha fina aumentam o número de informações.

“Se as pessoas compartilham links desta forma, porque as empresas não podem fazer o mesmo?’, diz o Facebook.

 

Caçadores de curtidas também serão punidos

A antiga fangate, ou like gate, está com os dias contados. O Facebook anunciou que vai proibir que abas das fanpages exibam conteúdos diferentes para fãs e não fãs. Isso acontece porque na maioria dos casos elas obrigam que o usuário curta a página para ter acesso ao conteúdo desejado.

Além de garantir que as pessoas não troquem um like por conteúdo, o Facebook também garante a renda da sua rede de anúncios.

Social Media é obrigatório

As agências de publicidade e empresas que cuidam de fanpages sem conhecimento especializado serão as principais penalizadas. Afinal, nos meios de massa você pratica publicidade e, nas redes sociais o relacionamento e a estratégia são os combustíveis fundamentais.

Deixar a fanpage no modo microondas, ou seja, apertando apenas um botão e deixando tudo pronto, será extremamente prejudicial. Até 2015, empreendedores e agências tradicionais serão obrigados a contar com um profissional especializado ou se associar a agências e produtoras com autoridade em redes sociais.

Lembre-se: Escreva conteúdos de qualidade e, acima de tudo, cumpra suas promessas sempre!

 

O texto acima foi reproduzido do Adnews, e é de autoria do Renato Melo.

By |2017-07-19T15:39:51+00:00agosto 28th, 2014|